A Mariposa Azul Aceitação, Luto e Autocura

Todos os livros comprados durante o mês de agosto serão enviados autografados em setembro. Agradecemos a compreensão.
Comprar o Livro Saiba mais sobre o livro

A Mariposa Azul

Símbolo da beleza, transformação e metamorfose, em muitas culturas a mariposa é vista como a representação de entes queridos que se foram. Para
muitos, a visita de uma mariposa simboliza mensagens de paz, amor e tranquilidade.

Foi em A MARIPOSA AZUL que Andrea Murgel encontrou o significado da palavra “renascimento” em suas diversas facetas. No auge da sua satisfação pessoal, profissional e afetiva, em uma armadilha do destino, a bem-sucedida empresária perdeu Eduardo, seu filho de 21 anos, e viu todo o seu mundo desmoronar. Precisou encontrar um caminho para redescobrir o sentido da própria vida e assim conheceu uma nova forma de analisar suas emoções: a escrita. Para manter o equilíbrio, decidiu escrever em um caderno uma página por dia. Os textos trazem consigo a carga emocional, a indescritível intensidade de uma mãe que se reporta ao filho que já se foi, que escreve aquilo que ficou para ser dito, que diz “eu te amo” e que, ao passar do tempo, com ajuda de familiares, amigos, terapeutas e livros sobre luto, consegue não apenas compreender a inevitabilidade dos fatos como a necessidade de celebrar a vida.

Para ajudar outras mães que vivenciaram o mesmo problema, Andrea criou o blog MÃES, VAMOS CONVERSAR. Em poucos meses reuniu dezenas de milhares de seguidores e hoje aborda questões como perdas, aceitação, processo do luto, espiritualidade e renascimento.

O livro A MARIPOSA AZUL reúne os textos do caderno manuscrito e do Blog de Andrea, fechando o ciclo de um ano após a partida de Eduardo. Apesar de ter a perda como ponto de partida, o livro é uma verdadeira declaração de amor, puro e incondicional, com a qual todos se identificam. A obra também conta com fotos de família e depoimentos de amigos. Dessa forma, Andrea descobriu que, além de renascer em si mesma, A MARIPOSA AZUL também é uma forma de eternizar seu filho e todos os filhos do mundo.

Saiba mais sobre a autora

Cristal

Andrea Murgel lança Cristal, segundo livro de sua trilogia

 

Após o grande sucesso de A Mariposa Azul, seu primeiro livro, Andrea Murgel lança em outubro Cristal, pela editora 3R. A nova obra aborda as experiências vividas pela autora e suas lições de superação no segundo e no terceiro ano após a perda de seu filho Eduardo Murgel, que faleceu em 2013.

Cristal é o segundo livro da trilogia idealizada por Andrea, que tem como objetivo levar educação para o luto, conforto, força e mensagens de otimismo para milhares de mães que perderam seus filhos. Murgel reuniu contos escritos por ela, que retratam sua rotina, desafios e experiências. “Símbolo de pureza, luz e uma linda fragilidade, assim surge o Cristal, nome escolhido por mim para batizar o novo livro e que faz referência ao estado atual do meu coração e o de todas as mães que viram seus filhos partirem precocemente”, afirma a autora.

 “Fiquei pensando no que poderia entregar às minhas mãezinhas depois e ter feito a linda Mariposa Azul, que veio um pouquinho da terra e um pouquinho do céu.  Agora que o tempo passou um pouco, deveria entregar um diamante, um cristal bem grande, simbolizando nosso coração”, complementa Andrea.

 Assim como A Mariposa Azul, Cristal é uma biografia que expõe a caminhada Andrea após a partida de seu Dudu. Além dos livros, Andrea mantém outros canais de comunicação para desenvolver um trabalho ainda raro no Brasil, de apoio e acolhimento para quem atravessa o indescritível e doloroso processo de luto. Seu blog maesvamosconversar.wordpress.com recebe milhares de visitas, o que deu origem ao seu primeiro desafio: escrever A Mariposa Azul.

Sua página no Facebook e seu vídeo no youtube intitulado Acolhimento do Luto (com legenda em inglês), também aproximam a escritora de quem busca conhecimento e deseja partilhar experiências.

Buscando um contato presencial com seus leitores e seguidores, Andrea criou em 2015 o projeto S.O.S. Mãezinhas, onde mantém uma agenda de palestras e encontros que acontecem em todo o país.

 





Sobre a autora

Andréa Murgel é formada em comunicação social pela Puc-Rio e especializada em Marketing pela ESPM. Empresária na área de seguros ha mais de 20 anos, Também é terapeuta, mestre de Reiki e voluntária desde sempre para causas em núcleos pediátricos no Rio de Janeiro, onde se torna a Fada Rosa, personagem que criou para doar seu amor as crianças doentes e carentes.

Hoje , após a partida de seu filho Dudu, Eduardo Murgel de Castro, além de continuar sua caminhada de solidariedade, também é empresária do Equilíbrium Spa da Mente, um núcleo onde se aplicam terapias para melhora do ser humano como um todo e vive para sua mais nobre causa, que ela chama de missão, que é ajudar em perdas, apoiar outras mães, dar palestras em nome do amor por todo o Brasil e levar O livro A Mariposa Azul pelo mundo.

A autora do Livro A Mariposa Azul, Andrea Murgel escreveu essa linda obra através do amor incondicional por seu filho Dudu que partiu em Janeiro de 2013. No Livro a autora aborda cada fase do processo de luto, que fez questão de estudar e ir a fundo para entender suas reações e ajudar as outras mães e seus familiares. Escrito com a alma, como ela mesmo diz, o livro A Mariposa Azul, já em sua segunda edição, hoje não só ajuda as outras mães, mas vem despertando a classe de terapeutas que vem indicando o livro com bastante frequência a seus pacientes em todo o Brasil.

GALERIA DE FOTOS

Pílulas do livro

Este é um tema bastante inspirador.

Para mim, ser mãe se resume em aprender a amar incondicionalmente alguém que você seguirá, amará, com quem se preocupará e de quem se orgulhará, a quem sempre desejará tudo de melhor. Ser mãe é fazer de tudo por este ser que literalmente saiu de dentro de nossos ventres.

Nossa alimentação também se modifica muito. Acredito que, no início, algumas de nós deixa de comer, porque não há possibilidade de ingerir alimentos, e o prazer desaparece, então emagrecemos muito. Esse foi meu caso, como já mencionei antes. Perdi sete quilos e, no final, até que gostei do resultado… Fiquei mais chique!

Após alguns meses, voltamos a comer, e, no meu caso, comer muuuiiiito doce, especialmente chocolate, por causa da tal serotonina, aquela que nos deixa mais felizes por algum tempo.

Me deixo navegar pelas águas da nova vida, amando a todos e vibrando luz. Sigo com fé e com a união entre a energia divina e a energia vital, através do Reiki. Essa dádiva que um dia recebi. Se me afogo num dia, no outro sobrevivo, se me perco num dia, no outro me encontro e dou passos. Poucos ou muitos, não importa; dou passos.

Luto, sim! Precisamos entender o que é isso, pois todos nós deveríamos ter algum preparo sobre como lidar com esse tema. Sabermos que não é céu ou inferno e já existem tantas declarações controversas, mas a nossa sociedade não está preparada, e isso vale para mim também.

Antes de mais nada, quero agradecer a todos que oram, que lembram, que se preocupam, que entendem que oito meses não são absolutamente nada para quem perdeu, mas também espero estar me posicionando de forma bacana com todos, fazendo o meu melhor hoje.

A família também passa pelo luto, não é só a mãe e o pai, mas os irmãos, tios, avós também, cada um com sua dose de sofrimento, incredulidade e maneira de seguir em frente, é difícil pra caramba e não é frescura. As pessoas pensam que o tempo já passou, será que eles ainda não estão bem?

Não, não estão! O luto dura pelo menos um ano, ele existe e é um processo muito complexo a ser enfrentado…Gostaria de ter a capacidade de estalar os dedos e voltar no tempo onde nada aconteceu. Mas isso não existe, portanto, tenho que encarar a realidade e me apoiar no fato de que não vou desistir!!!!!!!!

Mãe, não pense, apenas siga seus instintos. Você não é Deus, não pode salvar a todos.

O mais importante você já entendeu: estou sempre com você, ao seu lado, não pense muito agora. Por ora basta!

Seus sentimentos por mim são tão honestos que não caberia a minha falta. Estou aprendendo tanto quanto você; temos uma missão e vamos realizá-la. A vontade do Criador será feita. Seu coração precisa se acalmar, mas se você necessitar chorar, chore, pois limparei suas lágrimas com meu amor e minha luz.

Mãe querida, te amar não é nada difícil; difícil é ter de partir vendo você sofrer.

Por favor, não sofra, apenas me sinta, e estarei por perto.

Obrigado por ser minha mãe até a eternidade.

Por favor, não se preocupe, estou bem. Agora entendi, e você também vai entender: dê tempo ao tempo.

Dudu, com muito amor e luz.

 

Deus, perguntas sem respostas, milhares de livros! Vivi tudo isso de uma forma muito intensa e sofrida, pois efetivamente não temos respostas: elas estão dentro de nós mesmos.

Vale ressaltar que, mesmo nos reconhecendo em uma determinada fase do luto, podemos voltar às outras fases ou ir para fases posteriores, é normal. Assemelha-se a uma bipolaridade, mas não é.

Dia de Finados? Quem são os mortos, se eles estão vivos? Mesmo assim vou pedir a Deus para amparar a todos que estão com você em outra dimensão, com amor e luz.

Bem, estávamos nós lá fora, tomando um vinho e observando as estrelas. Tem uma estrela em especial que sempre nasce enorme e brilhante no leste, muito visível, chama a atenção. Segundo seu avô, parece um disco voador. Sempre olho para ela e penso: “Daria tudo por um segundo dentro daquela estrela com você!” Seria Vênus?

O dia hoje foi melhor, com meus pais e cunhados. Malhei muito, dei banho no Joaquim, vovó pintou meus cabelos com tonalizante. Por um segundo, abri a janela para jogar fora os pelos do pequeno Joaquim que estavam na toalha e vi o sol se pondo e ouvi a natureza. A natureza fala e é lindo quando paramos para escutá-la.

Será que está chegando o meu renascimento? Filho, sinto e ouço você, de vez em quando, e sei que é você, não duvido.

Depoimentos

Palestras

ACEITAÇÃO, LUTO E AUTOCURA

A autora do Livro A Mariposa Azul, Andrea Murgel escreveu essa linda obra através do amor incondicional por seu filho Dudu que partiu em Janeiro de 2013. No Livro a autora aborda cada fase do processo de luto, que fez questão de estudar e ir a fundo para entender suas reações e ajudar as outras mães e seus familiares. Escrito com a alma, como ela mesmo diz, o livro A Mariposa Azul, já em sua segunda edição, hoje não só ajuda as outras mães, mas vem despertando a classe de terapeutas que vem indicando o livro com bastante frequência a seus pacientes em todo o Brasil.

Palestrante: ANDREA MURGEL

MAIO - Dia 12, Terça-feira - 17h
LIVRARIA CULTURA – LOJA DO SHOPPING FASHION MALL
Estrada da Gávea, 899 - Piso 2 - Loja 201
São Conrado - 22610-001

SOLICITE UMA PALESTRA

Vídeos

Imprensa

Confira o que saiu na mídia recentemente sobre Mariposa Azul.

Contato com a Autora